Abrir/Fechar Menu
Portal da Cofco para difusão de boas práticas agrícolas no Brasil!

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e a ONU Meio Ambiente premiaram na semana passada (18 a 20) em Londrina (PR) duas propostas inovadoras para reduzir o impacto ambiental na cadeia de grãos

São Paulo, 28 de agosto – O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Onu Meio Ambiente premiaram na semana passada, em Londrina (PR), duas propostas inovadoras para reduzir o impacto ambiental na cadeia de grãos.

A iniciativa Agribela, de Gabriela Vieira da Silva, foi a vencedora da categoria Startup com um projeto de cápsulas biodegradáveis para controle biológico de pragas agrícolas. Na categoria Ideias, o vencedor foi Luiz Guilherme Lira de Arruda, com a proposta de “Bico pulverizador para ultra baixo volume”, que tem como objetivo reduzir o volume de calda em pulverizações de agrotóxicos. O Camp de Ecoinovação Agrotech foi sediado pela Sociedade Rural do Paraná.

A ganhadora da categoria Startup participará da feira internacional de sustentabilidade World Efficiency Solutions, em Paris, na França, em dezembro. Já o vencedor da categoria Ideias será inscrito na Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (Case), que acontece em outubro, em São Paulo.

Regina Cavini, oficial sênior da Onu Meio Ambiente e jurada do evento, destacou o pioneirismo do Brasil em fomentar a ecoinovação no mundo das startups e do agronegócio. Para ela, com o sucesso do Camp e das redes que começaram a ser formadas naquele ambiente, a expectativa é expandir a iniciativa para outras áreas da economia e para outros países.

Durante todo o final de semana, o evento contou com painéis e debates, realizados por especialistas sobre ecoinovação para a cadeia de grãos e modelo de negócios. A troca de experiências entre os participantes e os mentores, especialistas em áreas ligadas à pesquisa científica, empreendedorismo e meio ambiente foi um dos pontos altos do evento. Os mentores subsidiaram os participantes com informações e discussões sobre a viabilidade das propostas.

Na categoria Startups, os outros dois finalistas foram a Izagro (SP) e Rhizotech Pesquisa e Desenvolvimento Experimental em Ciências Físicas e Naturais Ltda – ME (PR). Na categoria Ideias, também ficaram entre os três primeiros colocados Alexandre Godinho Bertoncello (SP) e Marcio Roberto Machado da Silva (RS).

Histórico

O “Camp de Ecoinovação Agrotech: Sustentabilidade para a Cadeia de Grãos” foi lançado em junho deste ano durante a Campus Party, em Brasília. Os interessados tiveram um mês para enviar suas propostas para concorrer como Startup ou Ideia. Ao todo, foram recebidas 64 inscrições (27 de startups e 37 de ideias). Foram selecionadas dez propostas em cada categoria em resultado divulgado em 21 de julho.

As propostas tinham como pré-requisito estar alinhadas à solução de problemas ou à identificação de oportunidades para melhorias socioambientais para a cadeia produtiva de grãos, tais como: redução de emissão de carbono, diminuição de perdas e ineficiências, gestão de resíduos, uso eficiente de energia, controle ou redução de defensivos químicos, eficiência no uso de recursos hídricos, conservação do solo e soluções colaborativas.

Fonte: Onu Brasil

Foto: ONU Meio Ambiente/Luciano Pascoal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.